*Conselho da Igreja*



*Pastores*


Revº Hélio Osmar Fernandes


Revº Milton de Oliveira


*Presbíteros*


Hélio Ferreira de Araújo

Roberto da Freiria Estevão

Maria Selma Rodrigues

Célia Maria Pacheco Pernica

*Ministério de Ação Social e Diaconia*



*Diáconos e Diaconisas*


Maria Aparecida de Oliveira Araujo

José Marques da Silva

Genil Fereira de Lima

Benedito Rodrigues

Neide Regina Moreira Tomazinho

Elza Maria Monteiro da Silva

Jovino Brito da Silva

*Afirmação de fé*


Não estamos sós, vivemos no mundo de Deus.

Cremos em Deus, criador de todas as coisas; que veio em Jesus Cristo, a Palavra feita ser humano, para reconciliar e renovar; que opera em nós e outros pelo Espírito Santo.

Confiamos em Deus.

Somos chamados para ser Igreja: para celebrar a presença de Deus, para amar e servir aos outros, para buscar a justiça e resistir ao mal, para proclamar Jesus Cristo, crucificado e ressuscitado, nosso juiz e nossa esperança.

Na vida, na morte, na vida além da morte, Deus está conosco. Não estamos sós.

Graças sejam dadas a Deus.



*Nossos Encontros Semanais*


Domingo: Escola Dominical  - 9:00hs - Culto de Louvor - 19:30hs

Terça e Quinta: Grupos Familiares - 20:00hs

Quarta: Estudo Bíblico - 20:00hs

Sábado: Grupo de Leitura da Bíblia - Jovens e Adolescentes - 14:30hs

18:30 - Ensaio do Coral

*Link-me*


Link-me

*Música*


*Bíblia On Line*




*Fale conosco*







Histórico:

- 24/10/2010 a 30/10/2010
- 12/09/2010 a 18/09/2010
- 05/09/2010 a 11/09/2010
- 29/08/2010 a 04/09/2010
- 22/08/2010 a 28/08/2010
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 27/04/2008 a 03/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 09/04/2006 a 15/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006



Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis
- Igreja Presbiteriana Independente do Brasil



Votação:

- Dê uma nota para meu blog


Indique esse Blog


Contador:

Código html:
Cristiny On Line




TRIBULAÇÃO

Sl 116:1-6 ; At 14:19-22

Três Formas De Tribulação

INTRODUÇÃO

TRIBULAÇÃO – aflição, sofrimento, adversidades, lutas. Este é um aspecto da vida cristã muito enfatizado. Aliás, todos os seres humanos, de uma maneira o de outra, enfrentam tribulações. É desumano pretender viver sem passar por tribulação. Isto seria alienante; seria fuga da realidade.

Queremos refletir sobre três formas de tribulação e as reações e atitudes diante de cada uma delas.

I.              TRIBULAÇÃO DE ORDEM CIRCUNSTANCIAL                  

Trata-se da tribulação que foge ao nosso controle, não depende da nossa vontade. A tribulação circunstancial não escolhe cor, raça, credo, religião, pobres ou ricos. Ela é uma possibilidade para todos, porque faz parte da vida, faz parte da existência humana. Trata-se das tragédias, dos acidentes, dos transtornos temporais, das situações inesperadas, das doenças etc. Crentes e incrédulos estão sujeitos a enfrentá-la. Diante da tribulação de ordem circunstancial, qual deve ser a reação do crente? Confiar plenamente na Providência de Deus. Estas circunstâncias são oportunidades para desenvolvermos e exercitarmos nossa fé em Deus e colhermos os benefícios das suas promessas (Sl 46:1 ; Tg 1:3-4).

II.           TRIBULAÇÃO DE ORDEM CARNAL

Trata-se da tribulação gerada pelo nosso próprio erro, pelo nosso próprio pecado, pela nossa desobediência a Deus, desobediência à sua Palavra. É a tribulação gerada pela nossa falta de domínio próprio, pela nossa cobiça, pela nossa ganância, pelo nosso orgulho, pela nossa vaidade, pelo nosso próprio temperamento, pela nossa ira, pela nossa raiva, pelo nosso ódio, pela nossa dureza de coração, pela nossa malícia, pela nossa fraqueza, pela nossa própria vontade pecaminosa. Diante da tribulação de ordem carnal, qual deve ser a reação? A única reação correta, segundo a Palavra de Deus, é o arrependimento, a confissão e a mudança de atitude; ou seja, uma genuína conversão (Exemplo: Sl 32 e 51).

III.        TRIBULAÇÃO DE ORDEM CRISTÃ

Trata-se da tribulação gerada pela nossa fidelidade a Jesus, pela nossa fidelidade e obediência ao evangelho, pelo fato de seguirmos e obedecermos a Cristo. É a tribulação gerada pelo fato de nos posicionarmos como verdadeiros crentes na sociedade; pelo fato de se agir como estudante cristão, como trabalhador cristão, como um cidadão crente em Cristo. É a tribulação gerada pelo fato de se dizer não àquilo que todos dizem que é normal. Há vários exemplos: Paulo sofreu por amor ao evangelho de Cristo, Pedro e João sofreram por Cristo, Estevão morreu apedrejado por amor a Cristo, Ablandina – séc II – foi terrivelmente torturada até a morte por amor a Cristo. Diante da ribulação de ordem cristã, qual deve ser a reação do cristão? Ter a plena convicção que está sofrendo pelo fato de servir a Deus e, apesar do sofrimento momentâneo, ter a alegria do Espírito.

CONCLUSÃO

Que tipo de tribulação você está enfrentando: Circunstancial, carnal ou cristã? Se for circunstancial, confie em Deus e em sua providência, lembre-se: Deus não dá um fardo maior do que você possa carregar. Se for carnal, arrependa-se, confesse e abandone o pecado (Sl 32:3-5; Pv 28:13-14). Se for cristã, permaneça fiel e suplique a Deus seu auxílio e forças para prosseguir.



- Postado por: Rev. Hélio às 15:52
[ ] [ envie esta mensagem ]